Notícias

Meia Maratona do Tocantins traz novas provas e categorias para edição de 2019

26/09/2019 - Cláudio Paixão/Governo do Tocantins

A XIX Meia Maratona do Tocantins, que ocorrerá nos dias 12 e 13 de outubro, nos municípios de Palmas e Porto Nacional, apresenta um novo formato e entre as novidades está a inclusão de novas provas e categorias. Além da prova dos 21 km (meia maratona), neste ano, também serão disputadas provas de 10 km e 5 km e prova infantil, de 20 a 300 metros.

Conforme Robson Ferreira, superintendente de Esporte, Juventude e Lazer da Seduc, as provas com percursos menores visam democratizar e popularizar a participação dos atletas. “Nós sabemos que temos muitos atletas que não têm condição de treinar e correr os 21 km, então, esses atletas terão a oportunidade de participar dessa grande festa, realizando percursos inferiores”, ressaltou.

No dia 12 de outubro, Dia das Crianças, será realizada a Corrida de Rua da Criança, em parceria com o Serviço Social da Indústria – Departamento Regional do Tocantins, com a primeira largada às 07h30min, na Praia da Graciosa, em Palmas, com percurso dividido de acordo com a faixa etária, por atletas de ambos os sexos, crianças e adolescentes regularmente inscritos.

Já a meia maratona, a corrida 10 km e a corrida de 5 km serão realizadas no dia 13, com largada prevista para as 6h45min, sendo que as duas primeiras terão largada no Distrito de Luzimangues, município de Porto Nacional, com chegada à Praia da Graciosa, enquanto a última terá largada e saída na Praia da Graciosa.

Os atletas interessados em participar do evento devem se inscrever em uma única prova e em uma única categoria. A meia maratona e a corrida de 10 km se dividem da seguinte forma: categoria elite feminino; categoria elite masculino; categoria forças de segurança; categoria pelotão geral e categoria PCD (Pessoa com deficiência). As provas de 5 km e a corrida de rua para crianças serão divididas em duas categorias: categoria pelotão geral e categoria PCD (Pessoa com deficiência).

Outra novidade prevista no regulamento deste ano é a categoria para as forças de segurança. Fazem parte desta categoria os atletas integrantes das seguintes instituições: Militares das Forças Armadas – masculino e feminino; Policiais Federais – masculino e feminino; Policiais Rodoviários Federais –  masculino e feminino; Policiais Militares  – masculino e feminino; Policiais Civis – masculino e feminino; Bombeiros Militares – masculino e feminino; Agentes Penitenciários – masculino e feminino; Guardas Metropolitanos/Municipais –  masculino e feminino; Agentes de Trânsito – masculino e feminino.

Nas categorias de elite da meia maratona e da corrida de 10 km, o atleta deve possuir um currículo de tempo mínimo em provas oficiais, sendo esses, obrigatoriamente, válidos ou confirmados, dos últimos 12 (doze) meses e o tempo comprovado de no mínimo dois eventos. No pelotão de elite masculino, o atleta deve ter tempo referencial de até 1h10min para a meia maratona e até 32min para os 10 km. E no pelotão de elite feminino, a atleta deve ter tempo referencial de até 1h25min para a Meia Maratona e até 38min para os 10 km.